Rommel Werneck
"Então, não mais, nunca mais despertar!""
Textos
EUNUCO

Em carnes plangem, cantam breve os ossos;
Em sangue ferve a chuva dos hormônios
E forma os meus tristonhos patrimônios
O corpo, um dote em trágicos destroços!


Requerem os cabelos, matrimônios;
Os pelos, os espinhos, os caroços
Reclamam por aqueles beijos nossos,
Por vários diviníssimos demônios!



Enaltecem os homens a ciência,
A erudição e o meu conhecimento
Rejeitando que tenho a florescência...


Um dia, lastimei em choro lento,
Então me perguntaram sem clemência:
“Quer dizer que você tem sentimento?!”
Rommel Werneck
Enviado por Rommel Werneck em 29/09/2021
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras